Como Usar Imagens no Seu Blog, Sem Ferir os Direitos de Autor Sobre Imagens

A Lei de Direito Autoral Também Protege Imagens

Eu gosto de usar imagens em meus posts. Imagens dão interesse ao texto, e oferecem um “descanso” aos olhos. Além disso, as imagens podem ser usadas para destacar e enfatizar pontos ou seções dentro do texto, bem como transmitir certas mensagens ou idéias.

Como a maioria dos blogueiros, eu uso imagens de terceiros. Imagens encontradas na web, que podem ser usadas gratuitamente. O que nos leva à questão dos direitos de autor sobre imagens.

A Lei de Direito Autoral Também Protege Imagens

Fotógrafo

Ao contrário do que muita gente pensa, as imagens também são protegidas pelas mesmas leis e direitos que o texto. Já vi dizerem por aí, ante um caso de plágio de texto: “Se fosse uma imagem, tudo bem, mas plagiar/copiar texto é sacanagem“.

Errado, completamente errado. Um fotógrafo ou um designer gráfico tem tanto direito sobre suas fotos, imagens e gráficos, quanto um escritor ou blogueiro tem sobre seus textos. Usar imagens sem permissão do autor também é crime. Também é sacanagem.

A boa notícia é que existem milhões de imagens que você pode usar, sem ferir os direitos de autor. Basta prestar atenção na licença concedida pelo fotógrafo, e seguir os termos dela.

Tipos de Licença de Imagem

O Flickr, por exemplo, é uma excelente fonte de imagens. Lá você encontra imagens com todo tipo de licença, desde a “All Rights Reserved” ou “Todos os Direitos Reservados” – que não permite uso nenhum – até a “Creative Commons By” que só exige crédito, para poder ser usado livremente.

Uma boa descrição dos diferentes tipos de licença Creative Commons você encontra aqui:

Fotógrafo

Existem outros tipos de licença, que variam dependendo do site onde a imagem está hospedada, e do que o autor determina.

A mesma regra que se aplica aos textos, deve ser aplicada às imagens (e a qualquer outro material produzido por terceiros, que você deseje exibir no seu blog):

1 – Procure na página ou no site pela licença de uso.
2 – Se não houver nenhuma, não use o material sem pedir permissão antes.
3 – Se houver uma licença, siga as condições determinadas por ela.

Como Creditar o Uso de Imagens

É fácil: inclua um link para a página da foto, ou para o perfil ou site do fotógrafo. Muitos fotógrafos especificam para onde o link deve apontar, e qual nome deve aparecer.

Se houver especificação, linke de acordo com ela.

Caso não haja especificação, um link para a página onde você encontrou a foto, com o nome de usuário que aparece no site, é suficiente.

Onde Não Procurar Imagens

Use imagens de sites que dizem claramente qual é o licenciamento da imagem, como o Flickr.

Fotógrafo

Não use imagens encontradas no Google Images.

Mesmo que você hipotéticamente se dê ao trabalho de ir até o site onde a imagem está, e procurar a licença, existem grandes chances de que o dono do site não seja o autor da foto. Muita gente pega imagens e publica, sem ter conhecimento (ou dar importância) da licença de uso.

É bem possível que você esteja ferindo os direitos do autor, ao usar imagens encontradas na web, e especialmente no Google Images.

Não use imagens encontradas no Photobucket.

Nem em nenhum serviço de hospedagens de imagem, como o Image Shack e afins. Pelos mesmos motivos citados acima, com o agravante de que realmente não há forma de descobrir o licenciamento nesses sites.

Não Faça Hotlink de Imagens

Já falei disso antes, mas vale relembrar. Não linke imagens hospedadas em outros blogs ou sites, de forma que elas apareçam no seu blog. Sem exceção.

Quando for usar imagens, baixe-as ao seu computador e depois hospede-as no seu servidor, ou em sua conta de hospedagem de imagens – no Photobucket, por exemplo. Sempre.

Finalizando – A Responsabilidade é Sua

Por do Sol - Bosque

Vamos acabar de uma vez com a idéia estúpida de que “Se algo está na Internet, pode ser usado como eu bem entender”. Isso não é verdade.

Sejam textos, imagens, vídeos, música ou seja lá o que for, todas as coisas foram criadas por alguém, pertencem à alguém, e esse alguém tem o direito de determinar como essas coisas podem ser usadas.

E a lei ampara esse direito.

Se você quer usar algo que foi produzido por outra pessoa, cabe a VOCÊ catar a licença, e seguir os termos de uso. Não interessa se dá trabalho, se leva tempo, se mimimi. A responsabilidade é sua.

Se não quiser se dar ao trabalho, nem dispender tempo, limíte-se a usar o que foi produzido por você mesmo. E tchuns.

Ainda esta semana vou publicar um post com uma lista de sites onde você pode encontrar imagens para usar no seu blog, sem ferir os direitos autorais de ninguém. Aguarde.

Creditos: Revati Upadhya / Blosque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *